Três no Mundo

Três no Mundo
Sérgio, Jonas e Carol rumo ao Caribe e Europa

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

De 12/01/2012 – Travessia Salvador - Cabrália
Durante a madrugada, durante o turno do Jonas, tivemos que desviar de um pesqueiro. O problema maior foi que ele estava iluminado, mas sem as luzes de navegação acesas. Dessa forma, só percebemos para onde tínhamos que desviar quando o pesqueiro já estava bem perto. Como um barco desses anda à noite sem as luzes de navegação ligadas é uma boa pergunta!
Chegamos em Cabrália às 10:30 hs de um dia muito bonito, bem na hora desejada da maré baixa, para ver bem os recifes. Ronny nos esperava na barra e nos colocou para dentro da baia abrigada. Ancoramos e o amigo veio à bordo, para matarmos saudades e conversarmos um pouco. Não nos víamos desde St. Marteen, no dia que saímos para fazer a longa travessia até os Açores.
Arrumamos o barco e aproveitamos para pula na água. Adoramos o lugar: lembra muito Cumuruxatiba, que conhecemos na primeira viagem. E começamos a matar saudade de algo que gostamos muito e que não tínhamos desde o Caribe: uma ancoragem tranquila, de águas limpas, onde podemos pular do barco e tomar banho de mar a hora que quisermos! E isso fica fica melhor ainda numa paradisíaca praia baiana, protegida por recifes.
Descemos para a praia, reencontramos a Heloísa e conhecemos sua bem localizada e arrumada escola de vela. Papeamos muito com ela e o Ronny e ainda conhecemos o Rogério e o Rubens, amigos deles, além de outros. Eles estão muito animados, pois estão começando a construção de um veleiro Tiki 30.
Andei com a Carol até perto da Coroa Vermelha e voltamos para tomar algo com o pessoal. Fomos para a casa do Ronny e Helô e lá jantamos com eles um macarrão com fungi que estava maravilhoso. Tentamos voltar cedo para o barco, mas com o papo gostoso rolando, ficou difícil!
Quando voltávamos para o barco no bote, uma lua cheia alaranjada estava começando a nascer. Que paisagem maravilhosa!!! O Jonas disse: “- Pai, quando fizerem uma máquina fotográfica que consiga fotografar uma cena nestas condições de pouca luz e movimento, temos que comprá-la!”


Chegando a Cabrália.


Ronny foi nos buscar na barra.



Acima e todas abaixo: a lindíssima Cabrália!



Escola de vela da Helô.




2 comentários:

  1. Cabrália, continua linda. Conheci essa praia em 1997 e aparentemente não mudou nada.
    Continuem postando porque sou tripulante virtual assíduo...rsrsrsrs

    Bons ventos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

      Excluir